quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Trabalho de avaliação: Planetas e Corpos Menores Celestes









Como são realizadas as pesquisas eleitorais?

As pesquisas são feitas utilizando técnicas de estatísticas de amostragens. Essas técnicas permitem que podemos, ouvindo pessoas no caso eleitores, conseguir com isso uma população muito maior. Para isso é necessário que haja uma representatividade na amostra de cada uma das principais características da população.
Isso dentro da própria obrigatoriedade no TSE e TREs para que uma pesquisa possa ser registrada e portanto é possível  é uma técnica muito utilizada. Podemos ouvir três mil pessoas um pouco mais e um pouco menos dependendo de como sai o cálculo, que é o cálculo bastante apurado para que podemos chegar há um número de pessoas mas o mais importante dentro disso é que o plano amostral em relação ao sexo, idade, o grau de instrução, o nível econômico do entrevistado e mesmo como uma representatividade de trabalho a área rural, a área urbana, as cidades que vão sendo pesquisadas para que essa quantidade de pessoas sendo ouvidas que seja uma amostra representativa da população e portanto não é buscar de maneira aleatória qualquer pessoa mas dentro de uma característica que permita que essa amostra seja o reflexo em bem menor  escala da população que está sendo estudada.
Normalmente os institutos IBOPE e  DATAFOLHA são institutos bastante antigos e há outros, eles têm que seguirem alguns critérios que são obrigatórios para que a pesquisa possa ser registrada pois quando aparece na televisão vem informações de quem contratou a pesquisa, quem pagou pela pesquisa, o período de realização mas o detalhe, o nível de confiança, aqueles 95%, a margem de erro, os dois pontos colocado para cima e para baixo mas além disso normalmente na Justiça Eleitoral temos esse registro, esse restando dessa ponderação e da representatividade da amostra.
Existe uma técnica de amostragem estatística bastante apurada para que se possa fazer o cálculo do tamanho da amostra e que essa amostra, então aqui é o ponto mais importante, é que além do cálculo das três mil pessoas enfim, o importante é que temos uma representatividade da população. Por isso a pesquisa não pode ser feita numa única cidade, numa única região, não são buscada as pessoas de maneira aleatória mas a representatividade da população ou seja sexo, idade, nível de renda para que tenha dados que se aproxime das características da população como um todo.
As pesquisas feitas nas grandes capitais, nas grandes cidades, no interior do país também, cada instituto ali determina o seu problema de coleta de dados mas o ponto é, podemos imaginar, três mil pessoas, dentro de uma população de 200 milhões é comum, é fácil compreender  que muitas pessoas nunca é visto fazendo uma entrevista, também é comum que as entrevistas sejam feitas em grandes pontos de concentração,o ponto é que quantos serão entrevistados uma pessoa passando na rua e não várias pessoas ou um grande fluxo de pessoas, que tem uma equipe de pessoas do IBOPE e DATAFOLHA fazendo a entrevista. Então é natural que o total de pessoas amostradas, muitas pessoas não tenha sido entrevistadas o que não significa que a pesquisa não tenha validade estatística.
Quanto as disparidades que acontecem, temos dois pontos importantes, o primeiro é que para fazer uma análise de uma pesquisa eleitoral é fazer uma análise horizontal, ou seja, fazer uma análise da tendência de cada candidato postulado ao cargo disputado e não apenas daquela específica.
 Quando se analisa a tendência podemos apontar tanto no IBOPE quanto no DATAFOLHA a possibilidade dessa mudança de cenário. A pesquisa que foi apresentada no dia 4 de outubro tanto do DATAFOLHA quanto pelo IBOPE já começava a mostrar uma mudança de rumo quanto ao candidato pro-empresarial, Aécio Neves, passando a candidata do PSB, Marina Silva. É muito interessante que o resultado da pesquisa de Boca de Urna, o IBOPE já mostrava também, já na Boca de Urna, que Aécio Neves ficaria na frente de Marina Silva.
O fato interessante quando se analisa a Boca de Urna que no IBOPE mostrava 27% para Aécio Neves e 24% para Marina Silva falando  em números redondos e não em porcentagens atuais, a eleição mostrou 34 e 21, é que no caso da pesquisa de Boca de Urna, ela tem que ser feita em torno das meio dia  para que o instituto possa fazer apuração dos dados e divulgar os resultados antes da leitura das urnas. Aqui temos uma influência aleatória que pode trazer, não sabemos exatamente, de um movimento de um simpatizante de  um candidato A ou do candidato B não ter ouvido naquele horário, e portanto temos uma característica que pode acontecer uma disparidade, o que não significa necessariamente um erro do resultado mas isso pode explicar um pouco a diferença do resultado final mas aqui realmente só entendendo quais foram as capitais, quais foram as cidades, como foram feito o processo para poder comentar com mais precisão a diferença da realidade, mas o fato é que as tendências já começavam apontar isso e talvez o próprio último debate da Rede Globo, na quinta-feira acabando na sexta-feira de madrugada, teve um impacto importante. Então podemos imaginar uma quantidade de pessoas que eram votos brancos e votos nulos começando a se definir, e existe aquele tempo de maturação, viram o debate, começam a conversar com amigos e familiares, colegas e vira assim.  aquele processo de definição, o número de indeciso começa a mudar a intenção de voto de Marina Silva para Aécio, acaba  tendo esse impacto e esse candidato pro-empresarial  foi capturado pela pesquisa, pois a pesquisa é o retrato do momento.

Tyrone Andrade de Mello

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

12 artigos de Milton Santos para download

Do Blog de Geografia

Alguns artigos completos do geógrafo Milton Almeida dos Santos, publicados em periódicos  e disponíveis para download gratuito na internet. Aqui estão os links dos textos completos em PDF.
Milton Santos  foi um geógrafo brasileiro.
12 artigos completos publicados em periódicos - Milton Santos

1. SANTOS, M. A. . Conferência de Abertura: A Geografia além do professor. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2. SANTOS, M. A. . A responsabilidade social dos geógrafos. Jornal de Geografia, Uberaba, MG, 1985.

3. SANTOS, M. A. “O Papel Ativo da Geografia, um Manifesto”. In: Território, ano V, nº 9, julho/dezembro 2000, pp. 103-109.

4. SANTOS, M. A. . Por uma geografia cidadã: por uma epistemologia da existência . Boletim Paulista de Geografia, n.21, p. 7-14, 1996.

5. SANTOS, M. A. . Para que a geografia mude sem ficar a mesma coisa. Boletim Paulista de Geografia, São Paulo, n.59, p. 5-22, 1984.


7. SANTOS, M. A. . "Modo de produção técnico-científico e diferenciação espacial". Território, Rio de Janeiro, v. Ano VI, n.6, p. 5-20, 1999.

8. SANTOS, M. A. . Meio técnico-científico e urbanização: tendências e perspectivas. Revista Resgate (Centro de Memória da UNICAMP), Campinas, n.3, 1991.

9. SANTOS, M. A. . "A técnica em nossos dias - a instrução e a educação". Cadernos da ABMES, Brasília, v. nº 1, 1998.

10. SANTOS, M. A. . São Paulo, metrópole internacional do Terceiro Mundo . Revista do Departamento de Geografia (USP), n.7, p. 7-24, 1994.

11. SANTOS, M. A. . 1992: a redescoberta da Natureza . Estudos Avançados, v. 6, n.14, p. 95-106, 1992.

12. SANTOS, M. A. . O tempo nas cidades. Coleção Documentos Série Estudos Sobre o Tempo, IEA - USP - São Paulo, n.2, 1991.

Download shapes mapa do mundo


1:10m Cultural Vectors

Files have been downloaded 494,910 times.
NOTE: Version number indicates the update cycle when that theme was last updated. An older version number indicates updates have not been necessary since then.

Admin 0 – Countries

countries_thumb
There are 247 countries in the world. Greenland as separate from Denmark. Most users will want this file instead of sovereign states.
About | Issues | Version History »

Admin 0 – Details

group_thumb
There are 197 sovereign states in the world. Country subdivisions and the smallest map units.
About | Issues | Version History »

Admin 0 – Boundary Lines

home_image_3
Country boundaries on land and offshore.

About | Issues | Version History »

Admin 0 – Breakaway, Disputed Areas

disputed_thumb
Kashmir to the Elemi Triangle
About | Issues | Version History »

Admin 1 – States, Provinces

states_thumb
Internal administrative boundaries.
About | Issues | Version History »

Populated Places

pop_thumb
City and town points, from Tokyo to Wasilla, Cairo to Kandahar

About | Issues | Version History »

Roads

urban_area_thumb
Transportation. About | Issues | Version History »

Railroads

urban_area_thumb
Transportation.


About | Issues | Version History »

Airports

urban_area_thumb
Transportation.

About | Issues | Version History »

Ports

urban_area_thumb
Transportation.

About | Issues | Version History »

Urban Areas

urban_area_thumb
Area of dense human habitation.
About | Issues | Version History »

Parks and Protected Lands

nps_thumb
398 parks, including the latest additions, Fort Monroe, Virginia and Cesar Chávez, California.
About | Issues | Version History »

Timezones

nps_thumb
Includes 24+ timezones with local offsets and map color codes.
About | Issues | Version History »

Cultural Building Blocks – 10m

nps_thumb
Label points, seams, and more!
About | Issues | Version History »

Fonte: http://www.naturalearthdata.com/downloads/10m-cultural-vectors/


domingo, 12 de outubro de 2014

Documentários China

Bárbara Chanin, jornalista,  trabalha com produção de mídia, apresentadora do jornal  A Voz da Rússia, correspondente internacional de Mosaico TV, ela fez uma série de reportagens sobre a China para o Canal Futura. Confira.

Classe Média Chinesa
https://www.youtube.com/watch?v=3NvyExoLc6w

Migração
https://www.youtube.com/watch?v=EE2pmDhrXjQ

Mulheres
https://www.youtube.com/watch?v=Zk2YrPe1fOQ

Internet
https://www.youtube.com/watch?v=gH_AgG36fO0

Casa de Anne Frank

Voz da Rússia TV - Protestos continuam na Ucrânia




Mais informações poder encontrar no endereço a seguir: http://www.futura.org.br/blog/2013/09/30/serie-especial-sobre-a-china-e-destaque-no-jornal-futura/

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Dowload de arquivos Shapefile de Continentes e Países



Fonte:
http://moraisrdgeoprocessamento.blogspot.com.br/2013/05/dowload-de-arquivos-shapefile-de.html
http://wwwn.cdc.gov/epiinfo/html/shapefiles.htm
Conferência dos Geógrafos Latino Americanistas

Data: 05 a 11 de janeiro de 2014 (apresentações nos dias 07 e 08)
Lugar: Cidade do Panamá, Panamá
Envio de trabalhos: até 31 de outubro de 2013

Maiores informações na página na internet:
http://clagpanama2014.tamu.edu/call-for-papers
http://clagpanama2014.tamu.edu/