sábado, 14 de abril de 2018

Campo de refugiados sírios

Entrevista da TV 247 onde a jornalista Lúcia Helena Issa fala do seu trabalho no campo de refugiados sírios, ela irá lançar seu novo livro reportagem "As filhas do Oriente Médio". No canal do Brasil 247 encontra o programa na íntegra sobre "O que está realmente acontecendo na Síria"


sexta-feira, 30 de março de 2018

O governo não tem dinheiro?

Sartori inventa uma crise para poder privatizar as estatais, mas os dados não mentem. Confira a pesquisa do Dieese apresentada pela presidente do CPERS, Helenir Aguiar Schürer.

clique aqui post original 

 

sábado, 17 de março de 2018

I Colóquio Internacional de Educação Geográfica e IV Seminário Ensinar Geografia na Contemporaneidade

Clique aqui

BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL

A NOTÍCIA DO LANÇAMENTO NA INTERNET DA WDL, A BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL.
QUE PRESENTE DA UNESCO PARA A HUMANIDADE INTEIRA !!!

Já está disponível na Internet, através do site  www.wdl.org

É uma notícia QUE NÃO SÓ VALE A PENA REENVIAR MAS SIM É UM DEVER
ÉTICO, FAZÊ-LO!

Reúne mapas, textos, fotos, gravações e filmes de todos os tempos e explica em sete idiomas as jóias e relíquias culturais de todas as bibliotecas do planeta.

Tem, sobretudo, caráter patrimonial" , antecipou em LA NACION Abdelaziz Abid, coordenador do projecto impulsionado pela UNESCO e outras 32 instituições. A BDM não oferecerá documentos correntes, a não ser "com valor de  patrimônio, que permitirão apreciar e conhecer melhor as culturas do mundo em idiomas diferentes:árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português. Mas há documentos em linha em mais de 50 idiomas".

Entre os documentos mais antigos há alguns códices precolombianos, graças à contribuição do México, e os primeiros mapas da América, desenhados por Diego Gutiérrez para o rei de Espanha em 1562", explicou Abid.

Os tesouros incluem o Hyakumanto darani , um documento em japonês publicado no ano 764 e considerado o primeiro texto impresso da história; um relato dos azetecas que constitui a primeira menção do Menino Jesus no Novo Mundo; trabalhos de cientistas árabes desvelando o mistério da álgebra; ossos utilizados como oráculos e esteiras chinesas; a Bíblia de Gutenberg; antigas fotos latino-americanas da Biblioteca Nacional do Brasil e a célebre Bíblia do Diabo, do século XIII, da Biblioteca Nacional da Suécia.

Fácil de navegar:

Cada jóia da cultura universal aparece acompanhada de uma breve explicação do seu conteúdo e seu significado.. Os documentos foram passados por scanners e incorporados no seu idioma original, mas as explicações aparecem em sete línguas, entre elas O PORTUGUÊS. A biblioteca começa com 1200 documentos, mas foi pensada para receber um número ilimitado de textos, gravados, mapas, fotografias e ilustrações.

Como se acede ao sítio global?

Embora seja apresentado oficialmente  na sede da UNESCO, em Paris, a Biblioteca Digital Mundial já está disponível na Internet, através do sítio:

www.wdl.org

O acesso é gratuito e os usuários podem ingressar directamente pela Web , sem necessidade de se registrarem..

Permite ao internauta orientar a sua busca por épocas, zonas geográficas, tipo de documento e instituição. O sistema propõe as explicações em sete idiomas (árabe, chinês, inglês, francês, russo, espanhol e português), embora os originas existam na sua língua original.

Desse modo, é possível, por exemplo, estudar em detalhe o Evangelho de São Mateus traduzido em aleutiano pelo missionário russo Ioann Veniamiov, em 1840. Com um simples clique, podem-se passar as páginas um livro, aproximar ou afastar os textos e movê-los em todos os sentidos. A excelente definição das imagens permite uma leitura cômoda e minuciosa.

Entre as jóias que contem no momento a BDM está a Declaração de Independência dos Estados Unidos, assim como as Constituições de numerosos países; um texto japonês do século XVI considerado a primeira impressão da história; o jornal de um estudioso veneziano que acompanhou Fernão de Magalhães na sua viagem ao redor do mundo; o original das "Fábulas" de La Fontaine , o primeiro livro publicado nas Filipinas em espanhol e tagalog, a Bíblia de Gutemberg, e umas pinturas rupestres africanas que datam de 8.000 A .C.

Duas regiões do mundo estão particularmente bem representadas:

América Latina e Médio Oriente. Isso deve-se à activa participação da Biblioteca Nacional do Brasil, à biblioteca de Alexandria no Egipto e à Universidade Rei Abdulá da Arábia Saudita.

A estrutura da BDM foi decalcada do projecto de digitalização da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, que começou em 1991 e atualmente contém 11 milhões de documentos em linha.

Os seus responsáveis afirmam que a BDM está sobretudo destinada a investigadores, professores e alunos. Mas a importância que reveste esse sítio vai muito além da incitação ao estudo das novas gerações que vivem num mundo áudio-visual.

sábado, 24 de fevereiro de 2018

fechamento de escolas

Cpers leva denúncia ao MP

O fechamento de escolas públicas estaduais foi ontem denunciado pelo Cpers no Ministério Público, em Porto Alegre.A vice-presidente do Sindicato Solange Carvalho, a secretária-geral Candida Rosseto eadiretora Vera Lessês reuniram-se com a promotora de Justiça Denise Casanova Villela.
Solange apontou que escolas, turmas e turnos estão sendo encerrados no Estado. “Sabemos, exatamente, que o governo pretende a municipalização; retirar do Estado a responsabilidade com a Educação pública. Muitas vezes, os educadores são avisados do que está ocorrendo, somente dias antes do fechamento da instituição. Não podemos permitir que isso continue, sem, ao menos, conversar com a comunidade escolar, saber as necessidades e anseios de cada região. Um dos casos tratados foi o da Escola Estadual São Francisco, em Três de Maio. “Não entendemos o fechamento de uma escola que concluiu oano letivo com 231 alunos, eque, na região, é a única que oferece EJA (esses alunos precisarão,agora, se deslocar 4 km para continuar os estudos).
A promotora Denise informou que o MP está acompanhando o assunto do fechamento das escolas no RS; eque irá encaminhar, para cada Promotoria Regional, a preocupação do Cpers, para que cada caso seja averiguado.
fonte: correio do povo

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Calendário Escolar da rede estadual é definido

Além da agenda letiva das escolas, governo publicou alteração de nível de 166 servidores e de 658 professores 
Começo das aulas: 26/2, na maioria das escolas públicas estaduais. 
Final do ano letivo: 21/12. Férias dos alunos: 19 a 29/7. 
Recesso escolar: 23 a 29/7. 
Calendários diferenciados: as escolas, cuja integralização do ano letivo de 2017 precisou avançar 2018, por greve ou outras adversidades, poderão elaborar outros calendários, que precisarão ser aprovados pelo Conselho Escolar e submetidos à homologação da CRE e da Secretaria (SEC).
F oi publicado ontem, no Diário Oficial do Estado, o decreto n° 53.925, de 21 de fevereiro de 2018, que oficializa o início do Calendário Escolar na rede pública estadual. Assim, conforme a definição de datas, as aulas na rede pública estadual começarão no dia 26 de fevereiro e se encerrarão no dia 21 de dezembro. As férias dos alunos serão entre os dias 19 e 29 de julho, sendo que o recesso escolar ocorrerá entre 23 e 29 de julho. Os estabelecimentos de Ensino cuja integralização do ano letivo de 2017 precisou avançar 2018, em razão da greve de professores ou outras adversidades, poderão elaborar calendários escolares diferenciados, que serão aprovados pelo Conselho Escolar e submetidos à análise e à homologação da respectiva Coordenadoria Regional de Educação e da Secretaria Estadual da Educação.
Outra medida do governo do Estado que marca esse início das aulas se relaciona à mudança de nível de educadores. Dessa forma, o governo do Estado informou que atendeu às solicitações de alteração de nível de 658 professores e 166 servidores, com validade retroativa à janeiro de 2018. A medida foi autorizada quarta-feira (21/2), na Capital, pelo governador José Ivo Sartori, em audiência com o secretário da Educação, Ronald Krummenauer. Entre os professores, o número maior de alteração na carreira (585) foi do ní- vel 5 para o 6 (que prevê habilitação específica de pós-graduação, obtida em curso de doutorado, mestrado, especialização ou aperfeiçoamento). E na alteração de nível dos servidores, 152 passaram do nível 2 (Ensino Fundamental) para o 3 (Ensino Médio). Conforme o governo, o acréscimo dessas mudanças na folha de salários é de R$ 273 mil.
fonte: correio do povo

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

História dos Direitos Humanos

Davos


Apesar de ter preparado mesas redondas sobre assédio sexual e desigualdade salarial, e
de neste ano ser copresidido por sete mulheres, o Fórum Econômico de Davos tem só 21% de delegadas e continua sendo um evento predominantemente masculino. A reunião abriu com
uma imagem simbólica: as sete copresidentes do evento, oficialmente presidido por Klaus Schwab, criador do fórum. Elas são Christine Lagarde, diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Isabelle Kocher, diretora do grupo Engie, Sharan Burrow, secretária-geral da Confederação Internacional de Sindicatos, Erna Solberg, a primeira-ministra norueguesa, Fabiola Gianotti, diretora-geral da Organização Europeia para a Análise Nuclear, Ginni Rometty, diretora da IBM, e ainda a ativista indiana Chetna Sinha.

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

28 DOCUMENTÁRIOS PARA DEBATER RACISMO



1) Menino 23
https://www.youtube.com/watch?v=4wmraawmw38

2) Chacinas nas periferias
https://www.youtube.com/watch?v=53rQggrAouI

3) The Colour of Money - A História do Racismo e do Escravismo
https://www.youtube.com/watch?v=0NQz2mbaAnc

4) Raça Humana
https://www.youtube.com/watch?v=y_dbLLBPXLo

5) O negro no Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=zJAj-wGtoko

6) Ninguém nasce assim
https://www.youtube.com/watch?v=6H_xfUCLWBY

7) Racismo Camuflado no Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=zJVPM18bjFY

8) Negro lá, negro cá
https://www.youtube.com/watch?v=xPC16-Srbu4

9) Vidas de Carolina
https://www.youtube.com/watch?v=AkeYwVc2JL0

10) Negros dizeres
https://www.youtube.com/watch?v=yjYtLxiVQ7M

11) Mulher negra
https://www.youtube.com/watch?v=WDgGLJ3TPQU

12) Negro Eu, Negro Você
https://www.youtube.com/watch?v=lpT17VJpnX0

13)A realidade de trabalhadoras domésticas negras e indígenas
https://www.youtube.com/watch?v=s4UsjpFg2Vg

14) Espelho, Espelho Meu!
https://www.youtube.com/watch?v=44SzV2HSNmQ

15) Open Arms, Closed Doors
https://www.youtube.com/watch?v=uXqpOFBXjBs

16) The Brazilian carnival queen deemed 'too black'- A Globeleza que era negra demais
https://www.youtube.com/watch?v=3yp4Fg_eT_c

17) Boa Esperança - minidoc
https://www.youtube.com/watch?v=3NuVBNeQw0I

18) Você faz a diferença
https://vimeo.com/27014017#at=70

19) Memórias do cativeiro
https://www.youtube.com/watch?v=_Hxhf_7wzk0

20) Quilombo São José da Serra
https://www.youtube.com/watch?v=f0asl1-SpP4

21) 7%
https://www.facebook.com/usp7doc/

22) Olhos azuis
https://www.youtube.com/watch?v=In55v3NWHv4

23) Pele Negra, Máscara Branca
https://www.youtube.com/watch?v=sQEwu_TJi0s

24) Introdução ao pensamento de Frantz Fanon
https://www.youtube.com/watch?v=mVFWJPXscm0

25) Invernada dos Negros
https://www.youtube.com/watch?v=TCyu-Tb6D1o

26) A negação do Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=PrrR2jgSf9M

27) Sua cor bate na minha
https://www.youtube.com/watch?v=gm-WjcZwgvg

28) História da Resistência Negra no Brasil
https://www.youtube.com/watch?v=68AApIpKuKc

Mulher e democracia 2

Mulher e democracia

Live no facebook pela Rede da Legalidade. debate sobre mulher e democracia com a presença de Josi Costa do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Rosângela dos Santos da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Nalu Farias da Marcha Mundial de Mulheres, Jessi Daiane do Levante Popular da Juventude, Mariana Dias da União Nacional dos Estudantes (UNE) e Marcia Tiburi - artista plástica e filósofa.






segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Na crise, a inteligência criativa de Anitta se chama malandragem



O meme é hoje uma linguagem quase tão universal quanto a música e um dos memes criados esse ano, no meio do completo caos que se encontra o país, diz “A única coisa que tem dado certo no Brasil é a Anitta”. E é mesmo!

Quando se constata uma crise, a postura mais inteligente é ser pragmático. Enquanto a gente vive uma crise de identidade política, onde todos os nossos heróis estão mortos e estamos todos correndo como baratas tontas, Anitta foi estudar. Com um know how absurdo, a funkeira decifrou como o brasileiro consome música e nos usou como base de apoio (incondicional) e começou a se lançar ao mercado internacional. Anitta disse em entrevistas recentes que não há como comparar o mercado fonográfico brasileiro ao já manjado (ou, por que não dizer, viciado?) estadunidense. Nós somos muito complexos, aparentemente. E é nessa complexidade que Anitta se fez e se faz, mostrando uma versatilidade que só grandes e pouquíssimos nomes da música mundial consegue sustentar.

Assim surgiu o projeto “Check Mate”, onde ela lançou quatro músicas e seus respectivos vídeos, um por mês. Anitta abriu mão de lançar um álbum coeso e fechado, que demandaria muito mais trabalho logístico e artístico, para trabalhar minimamente música por música, separadamente, visando públicos e objetivos completamente diferentes e disponibilizando material novo. Uma estratégia de guerra, literalmente, uma guerra de números, engajamento e streaming, que nunca se viu sendo realizada no cenário musical brasileiro. E nunca vimos isso não só porque nunca tivemos uma artista pop – no sentido literal da palavra – tão grande, mas porque o Brasil de 2017 é um país estrangeiro até mesmo para os brasileiros. Mas Anitta decodificou esse ambiente, ela tinha um visto no passaporte para esse novo Brasil.

Ela começou o projeto pelo fim, dando pistas e deixando vazar, deliberadamente, informações sobre a última música do projeto, “Vai Malandra”. E enquanto o público já cativo da cantora roía as unhas esperando por essa música, Anitta seguiu desbravando os públicos e metas que, até então, eram inéditos para ela.

Antes mesmo do projeto começar, Anitta lançou “Paradinha”, em espanhol, se lançando solo ao mercado latino, que se encontra em altíssima expansão no mundo, muito propiciado também pela crise do pop feminino estadunidense desde 2013. O 'Check Mate' se inicia com “Will I See You”, quando Anitta esfrega na cara de uma pretensa elite boboca brasileira que ela sabe cantar e que tem capacidade de entreter um público mais “adulto”, deslizando com muita facilidade na bossa nova. Depois veio “Is That For me”, uma música eletrônica para consumo rápido, atingindo um público internacional que consome música nova como quem respira. No mês seguinte veio “Downtown”, em espanhol, parceria com J. Balvin, que hoje é o cantor latino mais influente no mundo. Até aqui, Anitta foi do papagaio ao vovô e vovó, do norte ao sul, e conseguiu nada mais, nada menos, que 10 milhões de novos ouvintes na plataforma de streaming mais popular do planeta, o Spotify.

No dia 18 de dezembro chegou ao fim o projeto em que Anitta deu um cheque mate e encerrou da melhor maneira a incursão mais bem sucedida de uma brasileira no mundo da música. Segundo a Billboard, uma das mais importantes publicações sobre música do mundo, a carioca é uma das 50 artistas mais influentes nas redes sociais no planeta, sendo ela a única pessoa brasileira na lista. Conquistou também o top 100 do Spotify como uma das artistas mais ouvidas no mundo, sendo também a única brasileira/o.

Mas ainda não falamos de “Vai Malandra”...

Com “Vai Malandra”, Anitta volta ao morro, ao funk e ao Rio para agradecer e para ostentar, com muita pompa, que aquela menina que todos diziam que não ia passar de uma música, hoje é o maior nome brasileiro na boca do mundo. E se não havia ficado claro que Anitta estudou bastante para realizar o projeto ‘Check Mate’, com essa última música, tudo se esclarece. Embora o talento e a versatilidade inegáveis de Anitta a lancem como um dos nomes mais promissores do novo pop glocal (global e local), embora fique evidente pra gringo ver que ela pode entregar um material que se compara, em nível de qualidade e possibilidade de engajamento, com os artistas internacionais, Anitta ainda assim não seria novidade. A novidade vem do Produto Interno Bruto e o nosso PIB mais glocal que existe é o funk.

Sim, o funk!
E por que?

Porque o funk é um dos primeiros gêneros musicais nacionais que nasce a partir do sample, a partir da apropriação, da mixagem e, principalmente, da estética eletrônica e desterritorializada das mídias. Ou seja, o funk tem identidade, mas tem potencialidade de fazer frente aos ritmos colonizadores dos EUA e do Reino Unido. Não é a toa que desde meados dos anos 2000, mais precisamente em 2005 com a britânica M.I.A., o funk carioca despontou como um dos ritmos mais promissores, como novidade e alternativa ao cansaço já evidente, naquela época, do pop do norte. O funk tem em sua gênese a força da gambiarra brasileira, a flexibilidade de adentrar ou invadir os cenários musicais globais.

É isso que alguém inteligente, no meio de uma crise, faz: se compreende, compreende seu ambiente, sua possibilidade e potencialidade e, por fim, explora. O meme que brinca com a sagacidade de Anitta em meio a uma crise política, econômica, institucional... pode fazer rir, mas é sério. E que não se engane, é Anitta quem se administra, quem se empresaria, quem se dirige artisticamente e trabalha o marketing como alguém que tem anos de experiência.

O vídeo de “Vai Malandra”, por sua vez, gravado no Morro do Vidigal, com pessoas reais da comunidade, sendo inclusive algumas delas influencers digitais, não mascara ou romantiza a favela, mas faz o oposto. Anitta explora desde as suas celulites na bunda, passando pelos biquínis de fita isolante, até as fiações tortas das ruas estreitas da favela. Um marqueteiro ou um ministro da Economia do vampiro Michel Temer faria o oposto, esconderia, maquiaria. Claro, a ideia aqui é mostrar o quanto nós podemos ser iguais aos do norte. Anitta tem uma ideia diferente, no meio dessa muvuca de chão tremulante: o melhor é mostrar o quanto somos diferentes, não só nós em relação a eles lá no norte, mas também entre nós mesmos. Anitta entendeu a complexidade do brasileiro contemporâneo por meio do consumo e entendeu como explorar isso. Agora colhe os frutos. Anitta decretou K.O. ao viralatismo brasileiro, descendo, rebolando e quicando. Enquanto estamos todos buscando lá fora (como sempre foi há mais de 500 anos) os remédios de nossas dores de cabeça, Anitta extraiu da esquina da sua casa uma pomadinha milagrosa que funciona: a malandragem.

Vídeo de "Vai Malandra": https://www.youtube.com/watch?v=kDhptBT_-VI

Fonte:

sábado, 20 de janeiro de 2018

Programação oficial dos atos de Porto Alegre

Uma grande frente composta por militantes, movimentos sociais, sindicalistas, trabalhadores, jovens que defendem a democracia está organizada em uma agenda de lutas e resistência nos próximos dias em Porto Alegre, cidade onde funciona o Tribunal Regional Federal da 4a região que julgará o ex-presidente Lula.

De acordo com a Frente Brasil Popular e a CUT já são 225 caravanas confirmadas de diversos estados, além de grupos que se organizam e vão sair de todos os cantos do Brasil. O MST iniciará seu acampamento no dia 20 e as agendas oficiais terão início no dia 22 espalhadas por diversos pontos da capital gaúcha.

Serão aulas públicas, vigílias, debates e muitas intervenções em pontos específicos de Porto Alegre que vão colocar a capital como o centro da defesa democrática do País. Se somam a essa resistência os mais de dois mil comitês populares criados por todo o Brasil que formam uma rede ampla de divulgação dos abusos da Justiça, do lawfare, da perseguição midiática e política promovida nos últimos anos contra Lula e a esquerda brasileira.

Defender o direito de Lula ser candidato é assegurar que o golpe não se consolide e que o país retome o rumo de desenvolvimento social e econômico interrompido em 2016.

Também serão realizados atos e vigílias nas frentes das sedes da Justiça federal em todos os estados. As ações tiveram início no sábado (13) quando foi realizado o Dia Nacional de Mobilização, marcando a jornada de lutas de janeiro. Também estão sendo agendadas manifestações fora do Brasil. Grupos de resistência internacionais se mobilizam e divulgam manifestos de apoio e solidariedade ao ex-presidente.

Veja a programação completa de Porto Alegre:
22/01

10h às 17h – Diálogos Internacionais sobre Democracia

Promoção: Fundação Perseu Abramo, Fundação Maurício Gabrois.

Local: Auditório da Fetrafi-RS – Rua Coronel Fernando Machado, 820

18h – Ato de Juristas e Intelectuais em Defesa da Democracia

Promoção: Frente Brasil de Juristas pela Democracia, Projeto Brasil-Nação, Comitê em Defesa da Democracia e do Estado Democrático de Direito

Local: Auditório da Fetrafi-RS – Rua Coronel Fernando Machado, 820

23/01

9h30min às 12h30min – Mulheres pela Democracia e pelo Direito de Lula ser candidato

Promoção: Comitê de Mulheres pela Democracia / RS

Local: Auditório Dante Barone, Assembleia Legislativa do RS

14h – Ação Global Anti-Davos

Promoção: Coletivo Brasileiro do Fórum Social Mundial 2018

Local: Auditório Dante Barone, Assembleia Legislativa do RS

16h – Atividades Culturais

Promoção: Comitê Cultura pela Democracia; Comitê Cultural do FSM; Comitê de Negros e Negras pela Democracia

Local: Tenda da Cultura no Largo Glênio Peres e Esquina Democrática

18h – Ato em Defesa da Democracia e do direito de Lula ser candidato

Local: Esquina Democrática

20h – Marcha em Defesa da Democracia e do direito de Lula ser candidato

21h – Vigília

Dia 24/01

8h – Alvorada pela Democracia com os Cantadores do Povo

8h30min – Vigília de acompanhamento do julgamento do recurso do ex-presidente Lula no TRF4.

Da Redação da Agência PT de Notícias

LULA E O JULGAMENTO DO JUDICIÁRIO



Frei Betto

       Lula, o mais destacado líder popular brasileiro da atualidade, vai a julgamento dia 24 de janeiro. Não há como ficar indiferente ao fato.
       A expectativa deixa a nação em suspenso. E a divide: de um lado, aqueles que já o pré-julgaram e esperam apenas que a sentença seja confirmada pelos juízes de Porto Alegre; de outro, os que afirmam não haver suficientes provas para condená-lo, e as acusações estão de tal maneira impregnadas de caráter político que extrapolam o exercício imparcial da Justiça.
       Estamos em ano de eleição presidencial. Vários candidatos em potencial aguardam o veredicto para tomarem uma decisão. Com Lula no páreo a disputa fica bem mais difícil para os neocandidatos. É o que apontam as pesquisas eleitorais.
       Lula adotou uma firme postura frente às acusações que lhe imputam: o ônus da prova cabe ao acusador. Ele se declara inocente, vítima de uma conspiração do Judiciário movido por forças aparentemente “ocultas”.
       Os que derrubaram Dilma e empossaram Temer miraram no que viram e acertaram no que não viram. Lula, após oito anos de mandato presidencial, saiu do Planalto com aprovação de 87% da opinião pública. É um dado significativo. E ainda conseguiu emplacar por duas vezes a eleição de Dilma para o comando do país.
       Armou-se um golpe parlamentar, à semelhança dos ocorridos em Honduras e Paraguai, defenestrou-se Dilma do poder para dar lugar a Temer, acusado de graves delitos. Porém, a costura saiu pior que o remendo. Temer não consegue alcançar 5% de aprovação. Governa graças ao descarado “franciscanismo” que mantém a maioria da Câmara dos Deputados refém dos cofres do Tesouro Nacional, cuja chave Temer traz em mãos.
       Nada indica que Temer logrará fazer aprovar a tão almejada (por ele) reforma da Previdência. Reeleger-se é muito mais importante para a bancada governista do que enfiar agora mais dinheiro no bolso e sofrer desgaste político. Afinal, muitos governistas ostentam no pescoço a corda da Lava Jato, e a reeleição é o modo mais indicado de se manterem afastados do patíbulo.
       Qualquer que seja o resultado do dia 24, Lula sai ganhando: absolvido, ficará livre das acusações que lhe são feitas. Se condenado, se tornará um mártir político do Judiciário que condena uns e se mantém cego e leniente diante de outras figuras políticas que cometeram delitos comprovados em imagens e gravações exibidas no noticiário.
       Na verdade, quem estará sentado no banco dos réus, dia 24, não será o cidadão Luiz Inácio Lula da Silva. Será o Judiciário brasileiro.

ENEG Encontro Nacional de Estudantes de Geografia

XXII Encontro Nacional de Estudantes de Geografia, ENEG, de 2017 em São Gonçalo no Rio de Janeiro aqui, o o próximo ENEG será Salvador aqui


XIX Encontro Nacional dos Geógrafos

XVIII Encontro Nacional dos Geógrafos, ENG , realizado em São Luís no Maranhão em 2016 e o próximo ENG será em João Pessoa, a página está em construção  aqui no ENG anterior está disponível os Anais Eletrônicos aqui


quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

O Livro Didático de Geografia e os desafios da docência para aprendizagem



Já está disponível para download no site do Núcleo de Estudos em Educação e Geografia - NEEGeo (link abaixo) o livro 'O Livro Didático de Geografia e os desafios da docência para aprendizagem' organizado pelos professores Ivaine Maria Tonini, Ligia Beatriz Goulart, Manoel Martins de Santana Filho, Rosa E. Militz W. Martins e Roselane Zordan Costella.